66/365 – Funny Games

fg97

Antes de Paul começar a falar diretamente conosco, a gente já se via na situação de quem assiste e nada faz. É só um jogo de violência gratuita, mais um em meio a tantos. Ficção? Realidade? Tá tudo misturado e continuamos imóveis. Porque é isso que fazemos mesmo, ou seja, nada. Só fica o desconforto.
É tudo altamente crível e isso é fantástico – do ponto de vista de que um filme te prende mais pela história que pelas técnicas.
As atuações são absurdas!

Diretor: Michael Haneke
★★★★★

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s